Maria quem?

Acho difícil encontrar, aqui, algum leitor que nunca tenha visto uma flor Maria-sem-vergonha.

Catharanthus roseus – Vinca, Maria-sem-vergonha

São bastante comuns e famosas por darem em qualquer lugar! (respeitamos as opções de cada um, claro)
Mas já ouviram falar que desta flor são extraídos dois princípios ativos importantes para o tratamento de leucemia? São os alcalóides vincristina e vimblastina. Eles tem ação antineoplásica atuando ao nível dos microtúbulos, influenciando na divisão celular.

Até agora o post parece meio fora do lugar, mas me peguei pensando se este não é um exemplo de que, às vezes, coisas importantes e transformadoras estão bem ali, sob nossos olhos, todos os dias. Envoltas em simplicidade.
Agora o post se acomoda no blog: pensar assim mexe com o meu tálamo. E com o seu?

Boa semana!

@CartaLu

Um Antropólogo em Marte – Oliver Sacks

Em um ANTROPÓLOGO EM MARTE – Sete histórias paradoxais, Oliver Sacks, neurologista de renome e escritor aplaudido, traz ” histórias de metamorfoses possibilitadas pelo acaso neurológico, mas metamorfoses em estados alternativos do ser, outras formas de vida, não menos humanas pelo fato de serem tão diferentes.”(Parte integrante do PREFÁCIO).
Cada história desse livro é relacionada a um paciente com sua devida síndrome neurológica, abordando aspectos clínicos e também da individualidade desses pacientes.O livro foi dedicado a esses personagens reais que possibilitaram a Oliver Sacks grandes sacadas do cérebro humano.
Trecho dos AGRADECIMENTOS : “(…) todos os estudos clínicos, por maior que seja o empreendimento, por mais profunda que seja a investigação, devem retornar aos casos concretos, aos indivíduos que os inspiraram e sobre quem eles discorrem (…)

Por isso:

Não pergunte que doença a pessoa tem, mas que pessoa a doença tem.
(atribuído a ) WILLIAM OSLER

Trecho do LIVRO:”(…) Muitas pessoas com síndrome de Tourette ficam embaraçadas e angustiadas, retiram-se do mundo e se fecham.Não era o caso de Bennett:lutou contra isso, enfrentou e venceu na vida, enfrentou as pessoas e a mais improvável das profissões.Todos os seus pacientes, eu acho, percebem isso, e é esta uma das razões por que confiam tanto nele. (…)”

Vale a pena ler!

Mais informações sobre a Síndrome de Tourette aqui

@giselecgs

O que está havendo com o mundo? Pessoas coloridas

Se você já viu um ser vestindo calça laranja, camiseta azul-piscina e tênis roxo, meus pêsames: você conhece uma pessoa colorida.

Mas, afinal, o que são pessoas coloridas? Saiba mais clicando aqui

Bom, agora que você já sabe um pouco sobre o tema. Vamos ao objetivo deste post.

WTF a neurociência tem a ver com isso??

Tamanha a minha indignação com essa gente colorida, fui buscar na literatura a resposta para esse tipo de modinha que atinge a população teen.

Não encontrei nada. Ninguém escreveu algo que explique cientificamente o aparecimento desses seres.

Então, eu refleti sobre o tema, e cheguei a seguinte hipótese: o comportamento colorido está relacionado a maturação tardia dos circuitos neuronais no córtex pré-frontal.

O córtex pré-frontal é uma região do cérebro bastante estudada por vários pesquisadores das áreas da emoção, da memória, da atenção e dos processos cognitivos de mais alta ordem relacionados com a capacidade de planejamento de ações e de previsão das consequências destas no futuro. É uma região bastante desenvolvida nos humanos, e participa da complexa rede neural que possibilita à nossa espécie o desenvolvimento de comportamentos mais elaborados e flexíveis, permitindo características como o auto-controle, raciocínio, julgamento moral, planejamento das ações, capacidade de tomada de decisões, entre outras funções essenciais subjacentes ao intercurso social. Além disso, há vários estudos relacionando essa estrutura a características de personalidade, tais como o “estilo afetivo”, ou seja, a maneira como cada indivíduo percebe os estímulos que evocam determinadas emoções e como ele reage a eles.

Tratando-se de sua maturação, estudos envolvendo análises post-mortem e de neuroimagem em crianças e pré-adolescentes, revelaram que o córtex pré-frontal é uma das últimas estruturas do encéfalo a completar o processo de maturação, o qual ocorre durante toda a adolescência e só termina completamente por volta dos 18 anos, podendo chegar até os 20 anos. Para determinar a maturação, consideram-se características como mielinização, modificações estruturais e funcionais dos neurônios e de suas sinapses, presença de marcadores de atividade neural, entre outros que não vou lembrar agora. Enfim….

Voltando para o tema ‘pessoas coloridas’, visto que essas pobres crianças, pré-adolescentes, adolescentes que aderiram a essa modinha sucessora da ‘emice‘, como todos seus demais contemporâneos ainda não apresentam o desenvolvimento completo do córtex pré-frontal e não desfrutam ainda de todas as funções que esta estrutura magnífica proporciona, é natural que elas caiam nesse abismo.

Mas, então, se esses seres ainda não amadureceram sua capacidade de julgamento e tomada de decisões, quem pode fazer algo para protegê-los dessa modinha, e, acima de tudo, de si mesmos? Os PAIS, caralho! Esses (as) garotos (as) não têm pais de verdade, por que se meu/minha filho (a) ouvisse Restart, iria apanhar até pedir “Pára mãe pelamordeDeus”, ou iria tratá-lo(a) com antipsicóticos.

@larissaomfaria

Algumas referências bibliográficas pertinentes:

Tsujimoto S. The prefrontal cortex: functional neural development during early childhood. Neuroscientist. 2008 Aug;14(4):345-58. Epub 2008 May 8.
Casey BJ et al. Structural and functional brain development and its relation to cognitive development. Biol Psychol. 2000 Oct;54(1-3):241-57.
Casey BJ et al. The storm and stress of adolescence: insights from human imaging and mouse genetics. Dev Psychobiol. 2010 Apr;52(3):225-35.

Penny Thoughts

Vi aqui

@giselecgs

"Um simples cérebro, sendo bem mais longo do que o céu, pode acomodar confortavelmente o intelecto de um homem de bem e o resto do mundo, lado a lado." Emily Dickinson
"Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos." Nelson Rodrigues
"Cada um pense o quiser e diga o que pensa" Espinosa
"O animal satisfeito dorme" Guimarães Rosa
%d blogueiros gostam disto: