A arte de procrastinar…

Quem nunca procrastinou, que atire a primeira pedra. @larissaomfaria

Parabéns a blogueira Lu! Vida longa =)

Foto

Por @giselecgs

Afinal, o que é tálamo?

O tálamo está situado no diencéfalo, acima do sulco hipotalâmico, e faz parte do sistema límbico. É fundamentalmente constituído de substância cinzenta, na qual se distinguem vários núcleos. Apresenta duas grandes massas ovóides de tecido nervoso, com uma extremidade anterior pontuda, o tubérculo anterior do tálamo, e outra posterior, bastante proeminente, o pulvinar do tálamo. Os dois ovóides talâmicos estão unidos pela aderência intertalâmica e relacionam-se medialmente com o III ventrículo, lateralmente com a cápsula interna, superiormente com a fissura cerebral transversa e com os ventrículos laterais, e inferiormente com o hipotálamo e subtálamo.
.
.
.
.
.
.
WTF???

Anatomicamente falando (bem basicamente) o tálamo é isso. Mas não quer dizer nada…
Se você quiser, google it! A primeira coisa que irá aparecer é…adivinha? Isso mesmo, Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mas, pode não parecer, mas esse blog é científico também. E o que pretendemos abordar nesse post, são considerações funcionais do tálamo (pra que diabos isso serve?), e considerações clínicas (se eu ficar leso (a) do tal do tálamo, posso morrer?). Portanto, tentaremos sanar todas as dúvidas.

Começando…

O tálamo é na verdade um agregado de núcleos de conexões muito diferentes, o que indica funções também diversas. Assim, as funções mais conhecidas do tálamo relacionam-se com:
1. Sensibilidade – as funções sensitivas do tálamo são as mais conhecidas e as mais importantes, tais como dor, temperatura e tato grosseiro. Todos os impulsos sensitivos, antes de chegarem ao córtex, trafegam até o tálamo… Portanto, é pertinente dizer que o tálamo é um centro de retransmissão cortical. Contudo, admite-se que o papel do tálamo não é apenas o de retransmitir os impulsos sensitivos ao córtex, senão de integrá-los e modificá-los. Acredita-se mesmo que o córtex só seria capaz de interpretar corretamente impulsos já modificados pelo tálamo.
2. Motricidade – através de circuitos que saem dos núcleos da base e cerebelo e se direcionam ao córtex.
3. Comportamento emocional – por fazer parte do sistema límbico; alguns de seus núcleos fazem conexões com a área pré-frontal, relacionado a funções executivas, como o julgamento social e a moral.

As lesões do tálamo advém em geral de lesões de alguns vasos sanguíneos, que resultam na chamada síndrome talâmica, na qual se manifestam alterações dramáticas na sensibilidade. Uma dela é o aparecimento da dor central, uma dor espontânea e de difícil localização, que se irradia a toda a metade do corpo situada do lado oposto do tálamo comprometido, devido ao fato das fibras se cruzarem em direção a áreas superiores. Os estímulos térmicos ou táteis desencadeiam sensações desproporcionalmente intensas e muito desagradáveis. Há casos em que mesmo estímulos auditivos se tornam insuportáveis (vale citar um caso de um cidadão que não podia ir à igreja porque os hinos religiosos que lá ouvia causavam sensações pouco definidas, mas muito desagradáveis, na metade do corpo situada do lado oposto ao tálamo lesado). Enfim, a fisiopatologia das alterações da sensibilidade na síndrome talâmica não está completamente esclarecida.

Por: @larissaomfaria

Foto

Por @giselecgs

Em breve!

Por @ateotalamo

"Um simples cérebro, sendo bem mais longo do que o céu, pode acomodar confortavelmente o intelecto de um homem de bem e o resto do mundo, lado a lado." Emily Dickinson
"Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos." Nelson Rodrigues
"Cada um pense o quiser e diga o que pensa" Espinosa
"O animal satisfeito dorme" Guimarães Rosa
%d blogueiros gostam disto: