E-mail para o futuro – Mente e Cérebro

Do site da revista Mente e Cérebro:

“De que você gostaria de se lembrar ou de dizer para si mesmo daqui a 50 anos ou mais? Ou que reação teria hoje se recebesse uma carta escrita por você no passado? No site FutureMe.org, o usuário pode escolher uma data (até o ano de 2061) e enviar um e-mail para si mesmo. Na lateral da página, estão relacionadas as mensagens mais recentes, com o nome do autor mantido em sigilo (há também a opção de não publicar o conteúdo). Em dezenas de línguas, com predomínio do inglês, os temas variam desde conselhos sobre como educar os filhos até parabéns por aniversários que ocorrerão daqui a meio século. Algumas cartas são escritas a dois – por casais, irmãos ou pais e filhos. Para enviar uma correspondência para o futuro ou mesmo se divertir com as mensagens deixadas no site, e refletir sobre elas, basta acessar http://www.futureme.org.”

E-mail para o futuro – Mente e Cérebro

@giselecgs

Jogo da Memória -Super Interessante – Grandes personagens históricos

Jogue aqui

@giselecgs

Jantar à luz de velas

Romântico ♥

Daqui

@giselecgs

Para sua cozinha!

Daqui

@giselecgs

Jumping brain

Vi aqui

@giselecgs

Chá verde

Ele vem sendo foco de estudos desde os anos 90. Há evidências de que seu consumo traga benefícios desde emagrecimento até proteção contra doenças neurológicas, como a doença de Parkinson entre outras.

Quanto ao seu sabor, há controvérsias. Ou você ama, ou odeia.

Com ou sem açúcar, tanto faz. O importante é o modo de preparo (infusão de 3 a 5 minutos em água quente, só a ponto de aparecer aquelas bolinhas de ar na água, sem deixar ferver), e de preferência, deve ser consumido até 10 minutos de seu preparo, caso contrário, pode haver perda das propriedades.

Vamos ao que interessa:

Recentemente, um estudo da Universidade de Newcastle, na Grã-Bretanha, indica que o chá verde pode proteger o cérebro de doenças como o Mal de Alzheimer e outros tipos de demência.

A pesquisa, divulgada na publicação especializada Phytomedicine, também sugere que o antigo remédio chinês que tem se popularizado no mundo todo também pode ter um papel muito importante na proteção do corpo contra o câncer.

No estudo, os cientistas investigaram se as propriedades benéficas do chá verde, que já tinham sido comprovadas no chá recém-preparado e não digerido, ainda se mantinham ativas uma vez que o chá fosse digerido.

De acordo com Ed Okello, professor da Escola de Agricultura, Alimento e Desenvolvimento da Universidade de Newcastle e que liderou o estudo, a digestão é um processo vital para conseguir os nutrientes necessários, mas também significa que nem sempre os compostos mais saudáveis dos alimentos serão absorvidos pelo corpo, podendo se perder ou modificar no processo.

“O que foi realmente animador neste estudo é que descobrimos que, quando o chá verde é digerido pelas enzimas do intestino, os compostos químicos resultantes são até mais eficazes contra gatilhos importantes do Alzheimer do que a forma não digerida do chá”, disse.

“Além disso, também descobrimos que os compostos digeridos (do chá verde) tinham propriedades contra o câncer, desacelerando de forma significativa o crescimento de células do tumor que usamos em nossas experiências”, acrescentou.

Na pesquisa, a equipe da Universidade de Newcastle trabalhou em conjunto com cientistas da Escócia, que desenvolveram uma tecnologia que simula o sistema digestivo humano. Graças a esta tecnologia, a equipe de Newcastle conseguiu analisar as propriedades protetoras dos produtos da digestão do chá.

Chás verde e preto

Dois compostos já são conhecidos por seu papel importante no desenvolvimento do Alzheimer, o peróxido de hidrogênio e uma proteína conhecida como beta-amilóide.

Pesquisas anteriores mostraram que compostos conhecidos como polifenóis, presentes nos chás verde e preto, tem propriedades neuroprotetoras, pois se ligam a compostos tóxicos e protegem as células do cérebro.

Quando ingeridos, os polifenóis são quebrados e produzem uma mistura de compostos. Foram estes compostos que os cientistas de Newcastle testaram.

“É uma das razões pela qual temos que ser tão cuidadosos quando fazemos afirmações a respeito dos benefícios para a saúde de vários alimentos e suplementos”, disse Okello.

“Existem certos compostos químicos que sabemos que são benéficos e podemos identificar alimentos que são ricos nestes compostos, mas o que acontece durante o processo de digestão é crucial para saber se estes alimentos estão mesmo nos fazendo bem”, afirmou.

Proteção de células

Os cientistas usaram modelos de células de tumor, expondo estas células a várias concentrações de diferentes toxinas e aos compostos do chá verde digerido.

“Os compostos químicos digeridos (do chá) protegeram as células (saudáveis), evitando que fossem destruídas pelas toxinas”, disse Okello.

“Também observamos que eles afetaram células cancerosas, desacelerando de forma significativa seu crescimento.”

“O chá verde é usado há séculos na medicina tradicional chinesa, e o que temos aqui dá provas científicas do porquê pode ser eficaz contra algumas das doenças mais importantes que enfrentamos hoje”, acrescentou.

Fonte: BBC

Artigo original:
Okello EJ, McDougall GJ, Kumar S, Seal CJ. In vitro protective effects of colon-available extract of Camellia sinensis (tea) against hydrogen peroxide and beta-amyloid (Aβ((1-42))) induced cytotoxicity in differentiated PC12 cells. Phytomedicine. 2010 Dec 21.

@larissaomfaria

Frosty brain

Sua bebiba vai ficar muito melhor
😉

Vi aqui

@giselecgs

Maria quem?

Acho difícil encontrar, aqui, algum leitor que nunca tenha visto uma flor Maria-sem-vergonha.

Catharanthus roseus – Vinca, Maria-sem-vergonha

São bastante comuns e famosas por darem em qualquer lugar! (respeitamos as opções de cada um, claro)
Mas já ouviram falar que desta flor são extraídos dois princípios ativos importantes para o tratamento de leucemia? São os alcalóides vincristina e vimblastina. Eles tem ação antineoplásica atuando ao nível dos microtúbulos, influenciando na divisão celular.

Até agora o post parece meio fora do lugar, mas me peguei pensando se este não é um exemplo de que, às vezes, coisas importantes e transformadoras estão bem ali, sob nossos olhos, todos os dias. Envoltas em simplicidade.
Agora o post se acomoda no blog: pensar assim mexe com o meu tálamo. E com o seu?

Boa semana!

@CartaLu

O que está havendo com o mundo? Pessoas coloridas

Se você já viu um ser vestindo calça laranja, camiseta azul-piscina e tênis roxo, meus pêsames: você conhece uma pessoa colorida.

Mas, afinal, o que são pessoas coloridas? Saiba mais clicando aqui

Bom, agora que você já sabe um pouco sobre o tema. Vamos ao objetivo deste post.

WTF a neurociência tem a ver com isso??

Tamanha a minha indignação com essa gente colorida, fui buscar na literatura a resposta para esse tipo de modinha que atinge a população teen.

Não encontrei nada. Ninguém escreveu algo que explique cientificamente o aparecimento desses seres.

Então, eu refleti sobre o tema, e cheguei a seguinte hipótese: o comportamento colorido está relacionado a maturação tardia dos circuitos neuronais no córtex pré-frontal.

O córtex pré-frontal é uma região do cérebro bastante estudada por vários pesquisadores das áreas da emoção, da memória, da atenção e dos processos cognitivos de mais alta ordem relacionados com a capacidade de planejamento de ações e de previsão das consequências destas no futuro. É uma região bastante desenvolvida nos humanos, e participa da complexa rede neural que possibilita à nossa espécie o desenvolvimento de comportamentos mais elaborados e flexíveis, permitindo características como o auto-controle, raciocínio, julgamento moral, planejamento das ações, capacidade de tomada de decisões, entre outras funções essenciais subjacentes ao intercurso social. Além disso, há vários estudos relacionando essa estrutura a características de personalidade, tais como o “estilo afetivo”, ou seja, a maneira como cada indivíduo percebe os estímulos que evocam determinadas emoções e como ele reage a eles.

Tratando-se de sua maturação, estudos envolvendo análises post-mortem e de neuroimagem em crianças e pré-adolescentes, revelaram que o córtex pré-frontal é uma das últimas estruturas do encéfalo a completar o processo de maturação, o qual ocorre durante toda a adolescência e só termina completamente por volta dos 18 anos, podendo chegar até os 20 anos. Para determinar a maturação, consideram-se características como mielinização, modificações estruturais e funcionais dos neurônios e de suas sinapses, presença de marcadores de atividade neural, entre outros que não vou lembrar agora. Enfim….

Voltando para o tema ‘pessoas coloridas’, visto que essas pobres crianças, pré-adolescentes, adolescentes que aderiram a essa modinha sucessora da ‘emice‘, como todos seus demais contemporâneos ainda não apresentam o desenvolvimento completo do córtex pré-frontal e não desfrutam ainda de todas as funções que esta estrutura magnífica proporciona, é natural que elas caiam nesse abismo.

Mas, então, se esses seres ainda não amadureceram sua capacidade de julgamento e tomada de decisões, quem pode fazer algo para protegê-los dessa modinha, e, acima de tudo, de si mesmos? Os PAIS, caralho! Esses (as) garotos (as) não têm pais de verdade, por que se meu/minha filho (a) ouvisse Restart, iria apanhar até pedir “Pára mãe pelamordeDeus”, ou iria tratá-lo(a) com antipsicóticos.

@larissaomfaria

Algumas referências bibliográficas pertinentes:

Tsujimoto S. The prefrontal cortex: functional neural development during early childhood. Neuroscientist. 2008 Aug;14(4):345-58. Epub 2008 May 8.
Casey BJ et al. Structural and functional brain development and its relation to cognitive development. Biol Psychol. 2000 Oct;54(1-3):241-57.
Casey BJ et al. The storm and stress of adolescence: insights from human imaging and mouse genetics. Dev Psychobiol. 2010 Apr;52(3):225-35.

Brain na National Geographic

Informações sobre o cérebro de maneira rápida e didática, vejam aqui

@giselecgs

Entradas Mais Antigas Anteriores

"Um simples cérebro, sendo bem mais longo do que o céu, pode acomodar confortavelmente o intelecto de um homem de bem e o resto do mundo, lado a lado." Emily Dickinson
"Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos." Nelson Rodrigues
"Cada um pense o quiser e diga o que pensa" Espinosa
"O animal satisfeito dorme" Guimarães Rosa
%d blogueiros gostam disto: