Se beber não dirija

Segundo este artigo, o álcool é a droga mais disponível para o consumo entre as drogas disponíveis no mercado. É um produto de baixo custo de produção e de fácil acesso.

A Organização Mundial de Saúde estimou em 2004 que 2 bilhões de pessoas em todo o mundo consumiam bebidas alcoólicas.De acordo com a World Health Organization, o álcool é uma das razões do envolvimento de jovens de 10-24 anos em acidentes de trânsito. Anualmente, por volta de 400 mil pessoas com menos de 25 anos morrem nas estradas e outras 1.049 se acidentam.Muitas dessas mortes acabam envolvendo pedestres,ciclistas, motociclistas e usuários de transporte público.O relatório apresentado pela World Health Organization, denominado “Youth and Road Safety”, demonstra que ações como a redução de velocidade viária e da concentração de álcool no sangue podem ser eficazes no combate aos acidentes de trânsito causados pelo álcool e que envolvem jovens.

O consumo de álcool e sua relação com o trânsito tornou-se um assunto de saúde pública, todos os dias milhares de pessoas,homens, mulheres ou crianças, em situações cotidianas diversas, são mortas ou feridas devido aos acidentes de trânsito. A estimativa anual, em todo mundo, gira em torno de 1.2 bilhões de pessoas mortas e 50 milhões de feridos (gerando milhares de pessoas hospitalizadas,e que muitas vezes não estarão mais capacitadas para otrabalho ou lazer da mesma forma como faziam antes). Os esforços para a segurança viária são muito pequenos ante o sofrimento humano decorrente de acidentes de trânsito. Principalmente quando o comportamento de beber e dirigir em sociedades nas quais o automóvel particular é o meio de transporte mais utilizado, e o consumo de álcool, além de tolerado, é estimulado, resultando em um comportamento considerado “socialmente aceito”.

Inúmeras campanhas são lançadas para a conscientização da população sobre os efeitos do álcool na direção.

A ação do álcool é cerebral afetando diferentes regiões de maneiras distintas, essa substância afeta a química do cérebro, alterando os níveis de neurotransmissores.Neurotransmissores são mensageiros químicos que transmitem os sinais através do corpo, controlando os processos de pensamento, comportamento e emoções.A curto prazo, o álcool pode causar brancos ou lapsos de memória. A longo prazo, os problemas podem ser ainda mais sérios.Beber muito freqüentemente pode causar danos permanentes, como redução no tamanho do cérebro e deficiência nas fibras que transportam informações entre as células cerebrais.
Veja mais aqui : “O álcool no cérebro”

Então já sabe: SE BEBER NÃO DIRIJA

A foto é daqui

Para descontrair 😉

10 Drogas que você não deve usar enquanto dirige

@giselecgs

Anúncios

Desce a saideira!

Vai nessa…

Vi aqui

@larissaomfaria

álcool x cérebro

Vi aqui

@giselecgs

Células de Purkinje

Neste carnaval, preserve suas células de Purkinje: beba com moderação.

(e se possível sem vômitos e baixarias)

Vi aqui

@larissaomfaria

"Um simples cérebro, sendo bem mais longo do que o céu, pode acomodar confortavelmente o intelecto de um homem de bem e o resto do mundo, lado a lado." Emily Dickinson
"Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos." Nelson Rodrigues
"Cada um pense o quiser e diga o que pensa" Espinosa
"O animal satisfeito dorme" Guimarães Rosa
%d blogueiros gostam disto: