“cabeçudos”

Eles ficarão felizes pelos seus apelidos.

Isto porque pacientes portadores de doença de Alzheimer (DA) com maiores circunferências de cabeça tem menor prejuízo cognitivo em testes de memória e raciocínio do que pacientes com menores circunferências. Acredita-se que ter uma cabeça grande implique em maiores reservas cerebrais para compensar a perda de neurônios associada à demência, podendo gerar uma proteção a DA.

Perneczky R et al. Head circumference, atrophy, and cognition: Implications for brain reserve in Alzheimer disease. Neurology. 2010 Jul 13;75(2):137-142.

@larissaomfaria

Anúncios

Para sempre Alice (Lisa Genova)

Sinopse:
Alice sempre foi uma mulher de certezas. Casada e mãe de três filhos já adultos, ela é professora titular em Harvard, uma especialista de renome mundial. Perto de completar 50 anos, Alice começa a esquecer. No início, coisas sem importância, como o lugar em que deixou o celular, até que, um dia, ela se perde a caminho de casa. Um diagnóstico inesperado altera para sempre sua vida e sua maneira de se relacionar com a própria família e o mundo. E, quando não há mais certezas possíveis, só o amor sabe o que é verdade. De alguma forma e apesar de tudo, Alice é para sempre.

Trecho do livro:
“Meus ontens estão desaparecendo e meus amanhãs são incertos. Então, para que eu vivo? Vivo para cada dia. Vivo o presente. Num amanhã próximo. Esquecerei que estive aqui diante de vocês e que fiz este discurso. Mas o simples fato de eu vir a esquecê-lo num amanhã qualquer não significa que hoje eu não tenha vivido cada segundo dele. Esquecerei o hoje, mas isso não significa que o hoje não tem importância.”

Para saber mais do livro e da autora.

Para saber mais sobre a doença de Alzheimer.

Para quem realmente quer se atualizar no assunto.

@larissaomfaria

"Um simples cérebro, sendo bem mais longo do que o céu, pode acomodar confortavelmente o intelecto de um homem de bem e o resto do mundo, lado a lado." Emily Dickinson
"Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos." Nelson Rodrigues
"Cada um pense o quiser e diga o que pensa" Espinosa
"O animal satisfeito dorme" Guimarães Rosa
%d blogueiros gostam disto: