Top 30 – músicas para strip tease

Não será por falta de música…

1. Portishead – Glory Box
2. Sade – Ordinary Love
3. Eric Clapton – Hoochie Coochie Man ( Muddy Watters cover)
4. Creedence Clearwater Revival – I put a spell on you
5. Hooverphonic – Mad about you
6. Lenny Kravitz – Dancin’ till dawn
7. Madonna – Justify my love
8. Joe Cocker – You can leave your hat on (essa é clássica)
9. Scorpions – Woman
10. Janis Joplin – One good man
11. Natalia Oreiro – Light my fire (The Doors cover)
12. George Thorogood – Bad to the bone
13. Etta James – I just want to make love to you (Muddy Waters cover)
14. Carla Bruni – Tu es ma came
15. Jimi Hendrix – Foxy Lady
16. The Rolling Stones – Love is strong
17. Dire Straits – Portobello Belle *
18. Skid Row – Little wing (Jimi Hendrix cover)
19. Al Green – Let’s stay together
20. The Cure – Lullaby
21. INXS – Never tear us apart
22. B.B. King – The thrill is gone
23. Dee Joy – Trust me
24. Fiona Apple – Criminal
25. Jackie Greene – I don’t live in a dream
26. Led Zeppelin – Since I’ve been loving you
27. Def Leppard – Pour some sugar on me
28. Eurythmics – Sweet Dreams
29. Tom Jones – Kiss
30. Marvin Gaye – Sexual healing

* não é muito pra strip, mas não podia deixar de fora, então pode ser pra depois de tudo.

@larissaomfaria

Só um recado…

Façam a seguinte experiência: entrem no google e digite “cérebro mulher”. Vocês se depararão com imagens como a abaixo:

É tudo mentira! E além dessas imagens também aparecem algumas curiosidades científicas (que ao meu ver devem ser vistas com mais cautela) e inúmeras piadas e historinhas pra boi dormir que só servem pra alimentar preconceitos. Está mais que provado que, ainda com as diferenças fisiológicas, hormonais e “de criação”, garotas podem sim desenvolver habilidades, aptidões e serem tão competentes quanto um XY, com pênis (Até porque ultimamente pênis tá dando até em árvore e virando bloco de carnaval)

Estamos em todas as áreas, todas as classes, todas baladas, todos os cursos… Até na presidência (E se algo der errado, não é porque ela é mulher, é questão de competência mesmo… Não tem nada a ver com o XX!).

Assim, nesse 8 de março de 2011, fica um muito obrigada a todas que me antecederam.
Àquelas que através de sua luta declarada ou através de uma postura audaciosa no seu dia-a-dia, tornaram possível meu direito de hoje poder decidir.
Decidir como me vestir, com o que trabalho, o que estudo, como me relacionar, me divertir, me expressar…
O direito de escolher o que quero ser e não ser o que está convencionado, o que esperam que eu seja.
E é essa gratidão que motiva minha posição de mulher: mulher que busca ser respeitada enquanto gente que sou.
Ainda há muito o que fazer pra que esse respeito seja alcançado plenamente, e não só por nós mulheres, não… É algo que se estende pra tudo quanto é tipo de gente que nem a gente que sente na pele algum tipo de discriminação e injustiça pelo que se é, pelo que se escolheu ser.
A todos aqueles e aquelas que despenderam energia na luta (palavra forte, mas é isso mesmo!) de nossos direitos, muito obrigado e que os méritos nunca sejam esquecidos ou não reconhecidos. Agora a responsabilidade é nossa, e do meu jeito, da luta não me retiro. Vou até o tálamo! E tem quem venha comigo também…

@cintiarizoli

Google Reader

Google Reader é um leitor de feeds RSS da Google.RSS (Really Simple Syndication) é uma tecnologia que possibilita aos usuários da Internet saber de atualizações, notícias, artigos e qualquer nova informação de algum site que contenha um feed (assinatura) em RSS, ou seja, você não precisa acessar inúmeros sites todos os dias para saber das novidades, todas as atualizações de seus sites favoritos ficam concentradas no google reader,é só você inscrevê-los!Lá você pode separar os itens por categoria, enviar por e-mail, compartilhar no facebook, twitter e muito mais, quando você notar um símbolo semelhante ao postado logo abaixo em qualquer site, clique e adicione a inscrição ao seu google reader, ah adicione o nosso blog também: clique aqui e adicione o nosso feed

@giselecgs

devoradora de cérebros

Nunca duvide do potencial de periculosidade de uma ameba.

Naegleria fowleri, também conhecida como ameba que comedora de cérebro, é causadora da meningoencefalite amebiana primária (MAP), uma infecção do Sistema Nervoso Central de evolução clínica rápida, resultando em alto índice de mortalidade.

Não é a toa que está no Top 5 das Doenças Infecciosas

Para saber mais aqui

…ou procure no google mesmo…

@larissaomfaria

“Neurônios Facebook”

Cientistas da Universidade Carnegie Mellon (EUA) descobriram que, dentro do neocórtex cerebral, existe uma sub-rede de neurônios altamente ativos que se comportam como pessoas em redes sociais.
Como no Facebook, essas redes neuronais têm uma pequena população de membros altamente ativos que fornecem e recebem mais informações do que a maioria dos outros membros.
Segundo Alison Barth, um dos autores do estudo, os pesquisadores serão agora capazes de estudar esses neurônios específicos e compreender melhor o neocórtex, que se acredita ser o centro de aprendizado de mais alto nível do cérebro.

Constituído por trilhões de neurônios, o neocórtex é a parte do córtex cerebral responsável por uma série de funções importantes, incluindo a percepção sensorial, a função motora, o raciocínio espacial, o pensamento consciente e a linguagem. Embora os neurocientistas estejam estudando o neocórtex há mais de 40 anos, as tecnologias disponíveis até agora só forneciam uma visão geral das grandes áreas do cérebro, não tendo uma resolução suficiente para mostrar neurônios individuais. Embora já suspeitassem que apenas uma pequena proporção dos neurônios faz a maior parte do trabalho no neocórtex, os cientistas não tinham evidências experimentais disso.

Neste novo estudo publicado na revista Neuron, os pesquisadores utilizaram um modelo de camundongo transgênico desenvolvido por Barth para verificar quais neurônios neocorticais são mais ativos. O modelo animal tem uma proteína verde fluorescente (GFP) ligada ao gene Fos, que é dependente da atividade, fazendo com que o neurônio literalmente se acenda quando está ativado. A pesquisadora Lina Yassin registrou a marcação de células fos-positivas e verificou que a maioria dos neurônios em atividade expressa o gene FOS. Os pesquisadores foram capazes de isolar os neurônios ativos por meio de técnicas de imagem e registros eletrofisiológicos dos neurônios, permitindo que os investigadores começem a compreender os mecanismos subjacentes ao aumento da atividade.

Barth e seus colegas puderam verificar que os neurônios não eram mais ativos por serem intrinsecamente mais excitáveis; na verdade, esses neurônios pareciam estar mais silentes do que seus vizinhos inativos. O que os torna mais ativos são as aferências que recebem.

De acordo com Barth, parece que essa rede ativa de neurônios no neocórtex atua como uma rede social. Há uma população pequena mas significativa de neurônios que dispara mais do que outros. Eles fazem a maior parte do trabalho pesado, fornecendo e recebendo mais informações do que o resto dos neurônios em sua rede.

“É como no Facebook. A maioria dos seus amigos não posta muito – quando posta. Mas há uma pequena porcentagem dos seus amigos no Facebook que atualiza seu status e sua página frequentemente. Essas pessoas têm mais chance de estarem ligadas a mais amigos. Assim, além de compartilharem mais informações, eles também estão recebendo mais informações de sua rede ampliada, que inclui outros participantes mais ativos,” explica Barth.

Estes achados deverão ter um forte impacto sobre a neurociência. Agora que os pesquisadores são capazes de identificar e visualizar estas células individuais, eles poderão começar a determinar por que elas são mais ativas e o quão estável é sua atividade. O grupo da Carnegie Mellon pretende estudar estes neurônios para descobrir o papel que desempenham na aprendizagem. Os resultados também vão ajudar no avanço da neurociência computacional, especificamente na área de codificação esparsas. Nesta, os pesquisadores pretendem estudar como o cérebro usa uma pequena população de neurônios para codificar informações. Esta pesquisa, pela primeira vez permite o estudo das propriedades eletrofisiológicas dessas células escassas, porém altamente responsivas.

Vi aqui

Artigo original:
Lina Yassin, Brett L. Benedetti, Jean-Sébastien Jouhanneau, Jing A. Wen, James F.A. Poulet, Alison L. Barth. An Embedded Subnetwork of Highly Active Neurons in the Neocortex. Neuron, 2011; 68 (6): 1043-1050 DOI: 10.1016/j.neuron.2010.11.029

Agradecimentos: Michigan Idiomas e Google Tradutor (porque niguém é perfeito…)

@larissaomfaria

Cérebro Feminino

FELIZ DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES!

Homens, cuidado!

Vocês podem ter 30% a mais de conexões sinápticas no neocórtex temporal, mas não possuem sinapses tão ácidas quanto as nossas.

Dangerous mood babe…

@larissaomfaria

"Um simples cérebro, sendo bem mais longo do que o céu, pode acomodar confortavelmente o intelecto de um homem de bem e o resto do mundo, lado a lado." Emily Dickinson
"Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos." Nelson Rodrigues
"Cada um pense o quiser e diga o que pensa" Espinosa
"O animal satisfeito dorme" Guimarães Rosa
%d blogueiros gostam disto: