“cabeçudos”

Eles ficarão felizes pelos seus apelidos.

Isto porque pacientes portadores de doença de Alzheimer (DA) com maiores circunferências de cabeça tem menor prejuízo cognitivo em testes de memória e raciocínio do que pacientes com menores circunferências. Acredita-se que ter uma cabeça grande implique em maiores reservas cerebrais para compensar a perda de neurônios associada à demência, podendo gerar uma proteção a DA.

Perneczky R et al. Head circumference, atrophy, and cognition: Implications for brain reserve in Alzheimer disease. Neurology. 2010 Jul 13;75(2):137-142.

@larissaomfaria

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

"Um simples cérebro, sendo bem mais longo do que o céu, pode acomodar confortavelmente o intelecto de um homem de bem e o resto do mundo, lado a lado." Emily Dickinson
"Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos." Nelson Rodrigues
"Cada um pense o quiser e diga o que pensa" Espinosa
"O animal satisfeito dorme" Guimarães Rosa
%d blogueiros gostam disto: