AVC faz mais de 100 vítimas por dia em SP

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que, em média, 106 pessoas são internadas por dia em hospitais públicos do Estado de São Paulo com AVC (Acidente Vascular Cerebral) ou AVE (Acidente Vascular Encefálico). Em 2010 houve 38,9 mil internações por AVC no SUS (Sistema Único de Saúde) paulista, número acima das 36,1 mil registradas no ano anterior.

Pacientes com mais de 70 anos são os mais acometidos pela doença em todo o Estado, com 15,9 mil internações em 2010. A segunda faixa etária com mais hospitalizações é a de 50 a 59 anos, com 7,3 mil registros. Já as pessoas entre 30 e 49 anos responderam por 5,5 mil internações em 2010.

Segundo Reinaldo Teixeira Ribeiro, neurologista do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) “Dr. Luiz Roberto Barradas Barata”, em Heliópolis, zona sul da capital paulista, as principais causas para a ocorrência de derrames são hipertensão arterial sistêmica (conhecida popularmente como pressão alta), diabetes mellitus (níveis altos de açúcar no sangue), dislipidemias (coleterol e triglicerídeos altos), tabagismo, obesidade, sedentarismo e estresse.

Além disso, o especialista ressalta que os principais fatores de risco, que costumavam aparecer apenas em pessoas acima de 40 anos, estão se manifestando cada vez mais cedo. “O estilo de vida urbano atual favorece com que as pessoas sejam estressadas, sedentárias, consumam alimentos ricos em gorduras, fiquem acima do peso e desenvolvam pressão alta e diabetes antes do que acontecia antigamente”, afirma Ribeiro.

Para o neurologista, um estilo de vida mais saudável com a redução do estresse, prática regular de atividades físicas e alimentação balanceada podem evitar com que fatores de risco como a pressão alta e o diabetes apareçam.

O médico afirma ser importante também que a população saiba reconhecer os sinais da doença para que haja socorro imediato, fator que favorece o tratamento. “Deve-se suspeitar que a pessoa esteja sofrendo um acidente vascular cerebral ou encefálico quando, de repente, ela fique com a boa torta para um lado; com um braço e/ou um perna dormentes, pesados, difíceis de levantar, e dificuldade para falar”, diz Ribeiro.

Via: AVC faz mais de 100 vítimas por dia em SP | Agência FAPESP :: Notícias.

http://www.saude.sp.gov.br/

@giselecgs

Fumar prejudica o …

Daqui

@giselecgs

Fumar emagrece!!!!!

Daqui

@giselecgs

Campanha combate ao fumo

Site Ministério da Saúde

@giselecgs

E dizem que fazer xixi faz bem

O Vinícius Penteado, biólogo, autor do blog Ao Pé da Vida que já indicou o Até o tálamo em função do post Uso abusivo de clonazepam no Brasil, abordou um tema muito importante e um tanto quanto deixado de lado, o post fala sobre os traços de  antidepressivos encontrados em rios e a influência disso nos animais desse habitat.Os metabólitos dos medicamentos chegam aos rios através dos esgotos já que são oriundos dos dejetos humanos.Mas não é somente com essa classe de medicamentos que isso ocorre, antibióticos, hormônios,anti-inflamatórios, tudo isso está nas águas também!!!Mais informações aqui.

Só para finalizar, o que fazer com aquele restinho de medicamento que você não vai mais utilizar?Jogar na privada, na lata de lixo, na rua, no rio, não jogar, tomar para não desperdiçar?Enfim, o lixo é um problema crítico em todas as situações, e só piora quando se fala de substâncias tóxicas que agridem o meio ambiente, que é a casa de outros seres vivos com o mesmo direito à saúde que o dos seres humanos…saúde essa que no Brasil, possui um modelo de não prevenção, culminando no consumo exacerbado de medicamentos, a cultura da medicalização, assim, o xixi sai quentinho e recheado de “remédios” que o coitado do camarão,peixe & Cia é obrigado a tomar sem querer…

@giselecgs

Doces podem causar dependência química

Todo mundo já ouviu falar que doces podem causar dependência química, quem não tem uma amigo/a viciado/a em chocolate, ou aquele/a que precisa comer um docinho para ficar em paz.Muitos estudos mostram que de fato o açúcar causa dependência química assim como o álcool e o cigarro.Em um dos estudos, o pesquisador alemão – Falk Kiefer – submeteu um grupo de voluntários com excesso de peso a ressonâncias magnéticas a fim de observar as suas reações perante a exibição de imagens de doces, bolos e gelados.
Com estes testes, o cientista alemão constatou que as imagens ativaram o mecanismo de compensação do cérebro em pessoas expostas às imagens de guloseimas.Foi observada a liberação de dopamina, um neurotransmissor que estimula o sistema nervoso central e que também é conhecido como o “hormônio da felicidade”, visto que proporciona a sensação de bem-estar. Segundo os investigadores, esta reação é comparável aos efeitos causados pela droga e pelo álcool, cujo consumo também provoca a liberação deste neurotransmissor.

Foram ainda realizados testes com ratos “viciados em açúcar”. Quando privados deste componente, tiveram as mesmas reações que roedores “alcoólicos” que deixaram de consumir álcool, como tremores, ansiedade e nervosismo.  “Os processos que são liberados no mecanismo de compensação pelo açúcar são, de fato, comparáveis com o álcool e a nicotina”.

Pode-se ler no site da Folha.com a seguinte notícia: Açúcar causa dependência como álcool e cigarro, diz médico, o médico em questão, Robert Lustig, afirma que “Açúcar é veneno. Do mais natureba, o mascavo, até o suco de fruta ou o famigerado xarope de milho, o açúcar está por trás de doenças cardíacas, diabetes e câncer. E deveria ser proibido para menores de 21 anos, como o álcool e o cigarro.”Nesse texto também há algumas perguntas respondidas por ele ao site folha, confiram.

Nota: Ainda nessa entrevista destaque para a seguinte declaração:

“Qual a alimentação que os pais devem dar a seus filhos?
Crianças devem comer comida de verdade.

Mas isso inclui suco de fruta natural…
Não, suco de fruta, mesmo natural, não é comida de verdade. Deus fez suco de fruta? Não. Deus fez fruta. Qual é a diferença entre a fruta e o suco? Fibras.”

Bom, diminuir o consumo de açúcar faz muito bem e previne de fato inúmeras doenças.

@giselecgs

Os estranhos poderes do efeito placebo

Vi no Ao Pé da Vida, originalmente postado aqui

@giselecgs

O lado positivo do Fabrício

O Lado Positivo do Fabrício from Fabio Bagatoli on Vimeo.

Daqui

@giselecgs

Teste de Stroop

Este teste é composto por duas tarefas, uma de leitura e outra de nomeação de cor. Em ambas, os estímulos são nomes de cor impressos em cor incongruente. A tarefa de leitura de palavras dá uma indicação da fluência de leitura, e serve para estabelecer um ponto de comparação para a eficácia da performance relativamente à tarefa de nomeação de cor. O fato de haver uma incongruência entre o nome da palavra e a cor da tinta provoca um efeito de interferência na nomeação de cor. Esta interferência é o efeito de Stroop-Cor. Testes inspirados pelo efeito de Stroop são muito usados em neuropsicologia para medir o controle executivo e a concentração, ou para fazer o rastreio da disfunção cognitiva. O SNP serve para examinar estes aspectos do funcionamento cognitivo e pode constituir um elemento útil para o rastreio de disfunção cognitiva associada a lesão cerebral.

O objetivo desse teste é avaliar a atenção seletiva, a capacidade de manter a meta em uma atividade e inibir a tendência de fornecer respostas impulsivas, além da velocidade no processamento de informações.Por isso ,neste teste, você vai poder comparar o tempo que leva para dizer as cores das palavras que estão coloridas com sua cor real (vermelho está em vermelho) ou para dizer as cores de palavras com cores confusas (vermelho pode estar vermelho e você deve dizer azul).

Fase 1)Marque o tempo que você leva para dizer as cores de cada uma das palavras no quadro abaixo:

Fase 2)Marque o tempo que você leva para dizer as cores de cada uma das palavras no quadro abaixo:

E aí como foi?

.

.

.

Concentração e foco é tudo 😉

Fontes: aqui , aqui e aqui

@giselecgs e @larissaomfaria

A ideia do post veio também de um amigo, obrigada.

Uso abusivo de clonazepam no Brasil

“Parece improvável que a humanidade em geral seja algum dia capaz de dispensar os ‘paraísos artificiais’, isto é, …. a busca de auto transcendência através das drogas ou… umas férias químicas de si mesmo… A maioria dos homens e mulheres levam vidas tão dolorosas – ou tão monótonas, pobres e limitadas, que a tentação de transcender a si mesmo, ainda que por alguns momentos, é e sempre foi um dos principais apetites da alma.”

(Aldous Huxley, escritor inglês)

“Porque os homens são mortais e não podem se habituar a essa idéia, o néctar e a ambrosia são fantasmas encontrados em todas as civilizações. Plantas mágicas, bebidas divinas, alimentos celestiais que conferem imortalidade, as invenções são múltiplas e todas, na falta de sucessos práticos, expressam e traem o terror diante da inevitável necessidade.”

(Michel Onfray, filósofo francês)

Brain Damage

O consumo de drogas psicotrópicas (” que agem no Sistema Nervoso Central (SNC) produzindo alterações de comportamento, humor e cognição, possuindo grande propriedade reforçadora, sendo, portanto, passíveis de auto-administração”) como o clonazepam, disparou nos últimos quatro anos no Brasil.Entre 2006 e 2010, o número de embalagens vendidas desse ansiolítico saltou de 13,57 milhões para 18,45 milhões, um aumento de 36%.De acordo com o pesquisador francês Chaloult, o clonazepam é classificado como droga depressora do SNC, sendo muito útil nos casos de epilepsias, insônias e alto grau de ansiedade.

O clonazepam está sendo considerado como um “santo remédio” pois consegue amenizar rapidamente problemas como falta de sono e ansiedade excessiva, problemas esses que deveriam ser solucionados e não tratados de maneira paliativa.Com a nova maneira de se viver da sociedade atual, onde tudo deve ser rápido e prático, o clonazepam tornou-se um protagonista da vida de muitas pessoas ,assim, muitos pacientes chegam ao consultório já pedindo por essa prescrição, aumentando então, os indíces de consumo.Essa droga pode causar dependência e deveria ser usada por um breve período e não por anos como é prática corrente, possui diversos efeitos colaterais como sonolência, lentidão psicomotora, déficits de memória, tremor, vertigem, fala mal articulada, perda de equilíbrio, efeitos que podem prejudicar toda a vida do paciente.

Por isso, manter uma prática de exercícios frequente, alimentar-se de maneira saudável, manter contato social, exercitar a mente, podem evitar o uso abusivo desses medicamentos.

A foto é daqui

Venda de calmante dispara no Brasil

Drogas psicotrópicas –  o que são e como agem

Bebidas e cultura brasileira

Uso e abuso de drogas psicotrópicas no Brasil

@giselecgs

Entradas Mais Antigas Anteriores Próxima Entradas mais recentes

"Um simples cérebro, sendo bem mais longo do que o céu, pode acomodar confortavelmente o intelecto de um homem de bem e o resto do mundo, lado a lado." Emily Dickinson
"Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos." Nelson Rodrigues
"Cada um pense o quiser e diga o que pensa" Espinosa
"O animal satisfeito dorme" Guimarães Rosa
%d blogueiros gostam disto: