#FamerpAgoniza

A Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto – FAMERP – é uma faculdade ESTADUAL de SP. Fundada em 1968 e estadualizada em 1994 pelo Governador Fleury. Mas desde sua estadualização tem sido negligenciada e ignorada pelo governo de SP, que não aprova concursos públicos para professores e funcionários da instituição e que seguidamente, ao invés de investir na educação superior, promoveu cortes no orçamento da faculdade.

A situação atual é uma faculdade cuja portaria principal está FECHADA; com uma infra-estrutura sucateada pois a verba recebida é muito ABAIXO do que deveria ser para manter a faculdade; com FALTA de seguranças no campus; com funcionáros sendo demitidos e NÃO havendo concursos públicos para técnicos-administrativos e professores. Tudo isso prejudica o ensino de estudantes de medicina e enfermagem, que mesmo com tantas dificuldades, vem sendo formados com excelência reconhecida por diversos índices do governo como, por exemplo, o IGC e ENADE que colocam a FAMERP como uma das melhores instituições do país.

O diretor geral da faculdade, em assembléia que reuniu alunos, professores, diretores e funcionários, disse que se os concursos para funcionários não sair, não haverá como a faculdade funcionar em janeiro do próximo ano sem funcionários, também disse que já tentou de diversas formas negociar com o estado de SP para um aumento do custeio da faculdade, QUE HOJE É A FACULDADE DE MEDICINA QUE MENOS RECEBE VERBA DO ESTADO.

Sendo assim, com todos os meios de conversa e burocracia não surtindo efeito, foi acordado entre alunos, funcionários, professores e diretores, na elaboração de uma Carta de Reivindicações para ser apresentada ao governo de SP com um prazo de 15 dias para ser atendida, contando a partir de hoje, 05/10/2011. Caso isso não ocorra, haverá PARALISAÇÃO da FAMERP, com realizações de protestos e manifestações para mostrar a indignação com o descaso sofrida pela instituição. Além disso, também existe a possibilidade de o Hospital de Base de São José do Rio Preto, hospital de ensino da FAMERP e segundo maior hospital de ensino do país, realizar a paralisação, em concordância com a luta da FAMERP.

Até o vencimento do prazo todos os estudantes da FAMERP, estimulados e liderados pelo Centro Acadêmico Euryclides Zerbini (CAEZ – órgão representativo máximo dos estudantes de medicina da FAMERP) e pelo Centro Acadêmico da Enfermagem de Rio Preto (CAERP – órgão representativo máximo dos alunos de enfermagem da FAMERP) estão fazendo uma divulgação maciça nas redes sociais para a divulgação da situação da FAMERP e da luta dos estudantes pela sua faculdade. O twitter do governador Geraldo Alckmin, do governo de SP, de jornalistas e de veículos de imprensa estão sendo lotados com a hashtag #FAMERPagoniza, que os estudantes estão usando como carro-chefe dessa divulgação na internet.

Eu sou estudante de medicina da FAMERP. E peço aqui a todos que lerem isso para que entendam nossa causa, pela valorização de uma instituição ESTADUAL tão ignorada, e nos ajudem na divulgação e na luta.

Contato do CAEZ: Telefone –> (17) 3227-4847 e http://www.facebook.com/profile.php?id=100002892931691

#FAMERPagoniza
Guilherme Berto Calvinho
Estudante do segundo ano de medicina da FAMERP -Turma XLIII
Coordenador de Políticas Externas do CAEZ
(17) 9170-8884
gbcfamerp@gmail.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

"Um simples cérebro, sendo bem mais longo do que o céu, pode acomodar confortavelmente o intelecto de um homem de bem e o resto do mundo, lado a lado." Emily Dickinson
"Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos." Nelson Rodrigues
"Cada um pense o quiser e diga o que pensa" Espinosa
"O animal satisfeito dorme" Guimarães Rosa
%d blogueiros gostam disto: