E dizem que fazer xixi faz bem

O Vinícius Penteado, biólogo, autor do blog Ao Pé da Vida que já indicou o Até o tálamo em função do post Uso abusivo de clonazepam no Brasil, abordou um tema muito importante e um tanto quanto deixado de lado, o post fala sobre os traços de  antidepressivos encontrados em rios e a influência disso nos animais desse habitat.Os metabólitos dos medicamentos chegam aos rios através dos esgotos já que são oriundos dos dejetos humanos.Mas não é somente com essa classe de medicamentos que isso ocorre, antibióticos, hormônios,anti-inflamatórios, tudo isso está nas águas também!!!Mais informações aqui.

Só para finalizar, o que fazer com aquele restinho de medicamento que você não vai mais utilizar?Jogar na privada, na lata de lixo, na rua, no rio, não jogar, tomar para não desperdiçar?Enfim, o lixo é um problema crítico em todas as situações, e só piora quando se fala de substâncias tóxicas que agridem o meio ambiente, que é a casa de outros seres vivos com o mesmo direito à saúde que o dos seres humanos…saúde essa que no Brasil, possui um modelo de não prevenção, culminando no consumo exacerbado de medicamentos, a cultura da medicalização, assim, o xixi sai quentinho e recheado de “remédios” que o coitado do camarão,peixe & Cia é obrigado a tomar sem querer…

@giselecgs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

"Um simples cérebro, sendo bem mais longo do que o céu, pode acomodar confortavelmente o intelecto de um homem de bem e o resto do mundo, lado a lado." Emily Dickinson
"Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia. E, no entanto, o leitor se desgasta, se esvai, em milhares de livros mais áridos do que três desertos." Nelson Rodrigues
"Cada um pense o quiser e diga o que pensa" Espinosa
"O animal satisfeito dorme" Guimarães Rosa
%d blogueiros gostam disto: